Author Archives: ChiliGum

Cases Produção de vídeo Video marketing

Como marcas inteligentes estão usando vídeos para gerar engajamento

Como marcas inteligentes estão usando vídeos para gerar engajamento


Uma das principais características do marketing digital é a capacidade de mensuração de resultados detalhados — o que facilita bastante identificar se houve retorno do investimento em cada uma das ações. E com os vídeos não é diferente. Alcançar resultados palpáveis é um desafio e tanto, principalmente considerando a quantidade de conteúdo disponível para o usuário. Por isso, é importante direcionar bem a produção audiovisual para alcançar a interação desejada de acordo com os seus objetivos. Veja como marcas inteligentes estão usando vídeos para gerar engajamento e inspire-se para desenvolver a sua própria estratégia:

Produza vídeos com o seu produto, e não sobre ele

O marketing de conteúdo se baseia em produzir material útil para o seu público sobre determinada área de conhecimento. Assim você promove a sua marca e, também, a sua posição de autoridade nessa área. Para fazer isso, é preciso pensar fora da caixa e descobrir quais são os conteúdos úteis e desejados pelo seu consumidor.

Faça vídeos demonstrando situações nas quais o seu produto é bem usado. Para resolver um problema cotidiano, por exemplo, com dicas de produtividade. Os vídeos da GoPro são uma excelente amostra, pois demonstram inúmeras aplicações de suas câmeras nos mais diferentes esportes radicais. Ao longo dos anos, muitos consumidores produziram vídeos semelhantes e agiram como “advogados” da marca, popularizando ainda mais o produto.

Mostre o seu diferencial

Use o vídeo para ganhar visibilidade para a sua qualidade, para o seu padrão de atendimento ou para o seu processo de produção diferenciado. Hoje, os consumidores valorizam muito a transparência e a sensação de exclusividade, que podem ser concretizadas com a ajuda de vídeos inspiradores e bem produzidos.

Mais uma fabricante de câmeras dá o exemplo: o processo de produção manual de cada unidade da Leika M9-P Edition Hermés é mostrada neste vídeo, que ressalta o cuidado com os detalhes e a qualidade dos materiais usados nesse produto para lá de diferenciado.

Crie vídeos sob demanda

Se o seu consumidor pede dicas, informações complementares ou formas diferentes de usar o seu produto ou serviço, uma maneira interessante de atender a esses pedidos é produzir conteúdo para um canal de vídeos. Dessa forma, você mata dois coelhos com uma cajadada só. Dialogar com seu público, atraindo atenção positiva para sua marca, e criar demanda para consumo da sua produção de conteúdo digital: quem não quer isso?

O canal do Magazine Luiza publica dicas de uso de produtos à venda em sua loja como uma forma de incentivar as compras em vários segmentos diferentes. Atenção ao começo do vídeo, no qual a própria personagem incentiva os pedidos de novos conteúdos a serem publicados no canal.

Faça piada de si mesmo

Segundo alguns gurus, saber rir das coisas da vida — inclusive de si mesmo — é um dos segredos da felicidade. E esse pode ser também um segredo de sucesso com vídeos on-line. A Microsoft, cansada de “apanhar” com feedbacks de usuários furiosos contra o navegador Internet Explorer, lançou este vídeo que fez muita gente se identificar com o personagem — e repensar sua opinião sobre o browser que todos amam odiar.

E você, conhece outros exemplos de como marcas estão usando vídeos para gerar engajamento? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Fale com a gente! Deixe suas dicas e dúvidas em nossa seção de comentários!

Read More
Estratégia em vídeo

Como usar vídeos na sua estratégia on-line

Como_usar_vídeos_na_sua_estratégia_online.jpg.jpeg

Você sabia que, a cada minuto, são enviados mais de 300 horas de vídeos para o YouTube? Nós nunca produzimos tanto quanto nos dias de hoje, e é claro que a maior parte desse material são gravações caseiras feitas pelas pessoas em seus smartphones, sem maiores pretensões.

Mas a produção de conteúdo audiovisual como parte de determinada estratégia on-line também cresce a cada dia, e é muito importante o planejamento adequado para que o vídeo seja não apenas um formato que pode ser explorado, e, sim, uma grande ferramenta que aumenta conversões e agrega valor à sua marca, produto ou serviço.

Saiba como usar vídeos na sua estratégia on-line e mude a maneira de se comunicar com o seu público:

Trabalhe as suas ideias

Uma característica comum a todo conteúdo que se espalha pela web é a criatividade. Coisas novas, surpreendentes e inesperadas cativam as pessoas, aumentando as chances de ganhar popularidade mais rápido.

Junte a sua equipe, capriche no brainstorm e trabalhe em cima das ideias para que elas tomem forma e se integrem à mensagem que sua marca que passar. Vídeos tocantes e com narrativa inovadora têm grandes chances de alcançarem um público cada vez maior.

Aposte em depoimentos

Pessoas confiam mais em outras pessoas do que em marcas e empresas. Por isso, o poder da recomendação é grande, e o vídeo apenas enriquece as declarações dos clientes satisfeitos! Mas observe que já é comum depoimentos em vídeo no e-commerce. Sendo assim, tente ser flexível quanto ao canal em que será veiculado.

As redes sociais são uma ótima pedida, pois o fator da comunidade potencializa o alcance da mensagem. Depoimentos também costumam trazer bons resultados nos anúncios em vídeo por causa da estética diferente e porque ajudam a capturar a atenção do usuário por mais tempo.

Faça vídeos demonstrativos

Invista nos vídeos demonstrativos sobre o seu produto ou serviço para aumentar as suas taxas de conversão. Eles são eficientes nesse sentido porque aproximam o usuário da experiência que ele já conhece da loja física, isto é, mostram características e detalhes que ele só poderia verificar pessoalmente.

Mostrar, em um vídeo, como o seu produto é e como ele funciona também humaniza a relação do cliente com a sua loja, pois isso é muito diferente de navegar por uma fria galeria de imagens.

Crie alguns tutoriais

As pessoas se lembram de 20% daquilo que leem e de 80% daquilo que veem. O potencial do vídeo para instrução e treinamento é grande porque a nossa comunicação é, em grande parte, visual, o que torna mais fácil aprender sobre qualquer assunto.

Os vídeos como ferramenta de informação prática ainda demonstram maior cuidado (e investimento) na produção daquele conteúdo. Agregar valor à sua marca é sempre uma boa ideia, certo?

Conte com o remarketing

Quando algum visitante do seu site não completa uma conversão — como uma venda, por exemplo —, existe mais uma chance de trazê-lo de volta com campanhas de remarketing no YouTube. Sim, é possível criar listas de remarketing no site e apontar um determinado vídeo a ser usado na campanha. Pensando nisso, invista seu tempo em criar vídeos para cada tipo de ação que deseja recuperar e assista suas taxas de conversão subirem.

Agora que você já sabe como usar vídeos na sua estratégia on-line, conte para a gente: o que você vai fazer para garantir o sucesso do seu negócio? Deixe um comentário!

 

Chamadas para mídias sociais

Tem dúvidas de como usar o vídeo na sua estratégia on-line? Confira essas dicas e mude a sua abordagem de marketing digital:

Entenda como usar vídeos na sua estratégia on-line e melhore suas taxas de conversão com dicas simples:

O vídeo já é o formato de conteúdo mais consumido da web! Confira a importância do audiovisual na sua estratégia on-line e dicas para se dar bem:

Read More
Video marketing

Vídeo e redes sociais: por que você precisa fazer

5_maneiras_de_usar_vídeos_curtos_nas_redes_sociais.jpg.jpeg

Você está logado em alguma rede social? Então dê uma olhada rápida na página principal e responda: há vídeos sendo disponibilizados? Alguns deles divulgam, de alguma forma, uma mensagem de marketing? A resposta para essas questões tem tudo para ser positiva. Afinal de contas, o compartilhamento de vídeo em redes sociais vêm se tornando uma prática cada vez mais comum. Mas por que tantas empresas vêm apostando na produção de conteúdo audiovisual para a web? Descubra a seguir:

Vídeos para redes sociais melhoram a relação com o público

De nada adianta produzir uma propaganda básica e divulgá-la de forma massiva em todos os canais. É preciso levar em consideração o perfil de cada ambiente. O vídeo em redes sociais funciona, na verdade, como o facilitador do entendimento de uma mensagem e deve ser, assim como a própria natureza desses ambientes, rápido e cativante. Portanto, não complique!

Os vídeos para redes sociais também devem ser planejados para a visualização em computadores e nas diminutas telas de smartphones e tablets. Não é fácil chegar nesse resultado, mas com a ajuda da equipe e das ferramentas corretas, além de uma boa dose de criatividade, isso é possível. Você notará que, ao produzir um material interessante e de qualidade, a relação entre sua marca e o público mudará para melhor.

Vídeos para redes sociais têm vida própria

Tudo parte de uma ideia. E a partir de um bom roteiro e uma boa produção, o conteúdo audiovisual para a internet — seja ele divulgado em seu próprio site, no YouTube ou no Vimeo — toma vida própria. A resposta virá por meio das moedas das redes sociais: curtidas, comentários, compartilhamentos etc. Por isso, a divulgação não precisa ser muito forte — apenas suficiente para que chegue aos primeiros olhos e ouvidos atentos.

O importante é que o formato e o conteúdo do vídeo estejam alinhados para engajar os usuários. Ou seja, é preciso que o espectador consiga entender e interpretar o assunto em pauta. Também é importante facilitar ao máximo o compartilhamento do material entre os usuários e estar aberto ao feedback. Aceite as críticas e busque sempre melhorar seus resultados.

A explicação de um processo, produto ou serviço pode acabar se tornando uma ótima ferramenta para conquistar fãs que, por tabela, estreitarão os laços com a sua marca. E quem não deseja isso?

Vídeos para redes sociais são facilmente mensuráveis

Não se esqueça de que, para poder entender o que faz sucesso entre o público e quais podem ser os próximos conteúdos a serem produzidos pela sua empresa, você precisa mensurar os resultados. Calcule a porcentagem de quem visualizou e de quem gostou do seu material. Entenda o que não deu certo para, da próxima vez, ajustar. Dessa forma você poderá, quem sabe, criar um conteúdo viral.

Agora que você já sabe quais são os motivos para investir em vídeos para redes sociais, conte para a gente: qual será o seu plano de marketing com conteúdo audiovisual? Estamos curiosos. Compartilhe suas ideias em nosso campo de comentários!

Read More
Video marketing

5 lições que podemos aprender com as redes sociais da Netflix

open-uri20160603-6-1h7c0cx.jpeg

Com mais de 80 milhões de assinantes em todo o mundo, a Netflix é hoje tudo aquilo que as locadoras gostariam de ser. Ou melhor: de ter sido. No entanto, todo esse sucesso não acontece apenas por causa de seu catálogo de filmes e séries. Nada disso! Uma boa parcela do hype que envolve esse grande provedor de streaming vem também da maneira com que ele trabalha as suas redes sociais.

Duvida? Então que tal dar uma olhadinha nessa lista que fizemos com as 5 maiores lições que você e sua empresa podem aprender com as redes sociais da Netflix? Vem com a gente.

Separar uma parte da verba de marketing para a produção de vídeos

Em outubro de 2015, a Netflix lançou um divertido vídeo intitulado “Mandamentos Netflix”, no qual vários atores de suas produções listavam as “leis” que todos os maratonistas de séries deveriam seguir religiosamente.

Um vídeo que, além de ter tido mais de 100 mil views só no canal da NetflixBrasil, claramente foi planejado e pensado com bastante antecedência, já que não seria fácil unir todos os profissionais em um só lugar, uma só data, para gravar as cenas.

E aí vem a lição número 1: separe uma parte da verba de marketing — e do tempo — para a produção desse tipo de vídeos voltados para falar do seus produtos  nas redes sociais.

Ficar de olho em tudo que tem a ver com sua audiência

Olha só que coincidência: em 2015, quando estreava na Netflix a série Jessica Jones, também aconteceu uma briga entre 2 garotas da Zona da Mata mineira, responsável pelo meme “já acabou, Jéssica”? E aí, claro, a empresa foi lá e usou o meme para falar de sua série nas redes sociais.

Algo que só funcionou porque a Netflix fica de olho em tudo que tem ver com seus produtos, como esses memes de internet e até acontecimentos de Brasília, que sempre inspiram sacadas geniais do perfil de House of Cards e fazem a audiência se engajar ainda mais com a marca.

Saber aproveitar o timming das redes sociais

Bem, mas não adianta apenas ficar de olho no que acontece pela internet. Além de ser antenada, a Netflix também se dá bem nas redes sociais pelo fato de saber pegar o timming certo, não deixando para fazer piada na semana que vem com algo que viralizou hoje.

Planejar com antecedência o conteúdo em vídeo

Um dia antes da Parada LGBT, que aconteceu em São Paulo, a Netflix lançou um emocionante vídeo que mostrava vários dos personagens gays de suas séries — como em Sense8 e Orange Is the New Black — e falava sobre a importância de tê-los sempre presentes em suas produções. Um tipo de vídeo que só foi produzido e lançado com tanta sincronia graças a um planejamento antecipado de ações.

Saber que nenhuma ação conversa com 100% da audiência

Imagens com referências a virais da internet, zoações com acontecimentos recentes da política e vídeos com mensagens gay-friendly. Com milhões de assinantes dentro e fora do Brasil, é possível acreditar que nem todas essas mensagens devam conversar com a maioria dos assinantes do serviço, certo? Afinal, nem todo mundo é tão ligado na internet, no que acontece em Brasília ou tem a mesma opinião sobre o movimento LGBT. Mas isso não importa para a Netflix.

O que interessa para eles é fazer uma construção de marca que converse com o público-alvo e que se identifica com ela. Pense bem: já que o serviço é bom e barato, com certeza muitas pessoas vão assiná-lo. No entanto, a empresa também precisa ser uma lovebrand, uma marca amada por uma fatia do mercado. E aí, para fazer isso, só criando conteúdo em vídeo interessante e que converse com eles.

Viu como é possível aprender várias lições com a Netflix com a forma com que ela atua nas redes sociais? Pois então, agora que você já sabe de tudo isso, que tal colocar as lições em prática?

Curtiu o post? Então aproveite para curtir também a nossa página no Facebook e ficar por dentro de outras novidades.

Read More
Video marketing

Pequenas empresas: o vídeo marketing também funciona para vocês

Pequenas_empresas_o_vídeo_marketing_também_funciona_para_vocês.jpg.jpeg

“Produção de vídeo? Eu não tenho condições para isso!” Muitas vezes a gente acaba ouvindo essa resposta quando começamos a falar sobre os benefícios do vídeo marketing para os donos de pequenas empresas. Só que, ao contrário do que alguns deles acham, esse tipo de produção não só é mais barata do que parece como também apresenta um grau de retorno do investimento muito maior que outros tipos de mídia.

Não acredita? Então confira o confira o post e veja só com os seus próprios olhos. Vamos lá!

Investimento leve e sem gordura

Vamos supor que você é um pequeno empresário, dono de uma loja virtual de câmera fotográficas profissionais recém-lançada.

Bem, se você quiser vender, não é preciso ser o David Copperfield para imaginar que será preciso gastar algum dinheiro com anúncios para começar a faturar, certo? Mas onde você iria anunciar? Em uma revista, ao lado de outras dezenas de anunciantes? No rádio, sem saber se alguém ouviu ou não a sua mensagem e quantas pessoas tinham o perfil do seu público?

Pois com o investimento em vídeos para a web não tem esses problemas. Aqui é possível direcionar a sua mensagem exatamente para quem pode ter interesse no produto, cortando (e muito) a gordura do seu investimento. E com um detalhe: aqui você também pode produzir uma mensagem direcionada exclusivamente para um determinado público.

Mensagem direcionada

O seu cliente do Rio de Janeiro costuma efetuar a compra por um motivo diferente daquele do Acre? Seu e-commerce conversa melhor com um determinado bairro de Belo Horizonte, mas você gostaria que a publicidade também atingisse outra região, mais perto da sua loja física para aumentar as vendas por lá?

Ao optar pelo vídeo marketing para a web, você pode criar pequenos conteúdos direcionados para cada um desses públicos fazendo com que eles recebam apenas os vídeos personalizados por região. Algo que na TV quando não é mais caro, é praticamente impossível de ser feito.  

Ah, e vale lembrar que nós já falamos outras vezes por aqui sobre a importância dessse tipo de conteúdo personalizado em campanhas de marketing. Conteúdo esse que, inclusive, costuma ter a produção com custo mais baixo do que outras.

Baixo custo de produção

Podendo ser produzida com ajuda de animações, motion graphics e até o modelo tradicional de filmagem (com atores, locações etc.) a estratégia de vídeo marketing para a web tende a sair muitas das vezes mais em conta do que aquelas feitas para a TV.

Mais em conta e também mais rapidamente, já que, por serem veiculados na web, não é necessário lidar com as infinitas regras e burocracias que você pode esbarrar ao tentar anunciar no comercial daquele famoso jornal da noite.  

Pronto, viu como o vídeo marketing pode de fato funcionar até mesmo para as pequenas empresas? Então, que tal começar a seguir esse tipo de ideia quando for produzir a sua próxima ação de vendas? E por falar em “seguir”, aproveite para curtir a nossa página no Facebook.

Read More
Estratégia em vídeo

5 lições que podemos aprender com Barack Obama sobre vídeos na web

5_lições_que_podemos_aprender_com_Barack_Obama_sobre_vídeos_na_web.jpg.jpeg

Carismático, poderoso e consciente do poder da internet, Barack Obama não é um dos sujeitos mais conhecidos e respeitados do mundo à toa. E tudo isso não é só por causa do seu cargo como presidente de uma das maiores nações do planeta.

Muito do que fez com que Obama se tornasse essa celebridade que é hoje tem a ver com a forma com que ele discursa e usa vídeos na web como meio de conversar com um público jovem e conectado (aquele que era e ainda é ignorado solenemente por vários outros políticos).

E já que o trabalho com vídeos on-line é um dos grandes destaques do presidente, que tal entender melhor a estratégia do cara e aprender a usar essa mídia para trazer novas oportunidades de negócio para a sua empresa? Gostou da ideia? Então vamos lá!

Reserve verba para os vídeos na web

Sem essa de pensar que a estratégia digital é algo que deve ser feita de qualquer jeito, junto com várias outras coisas. Na gestão de Barack Obama, a produção de conteúdo digital é tão bem pensada que, para cuidar disso, o presidente chamou o vice-presidente de produto do Twitter e ex-Google Jason Goldman.

Uma estratégia que conta, inclusive, com uma boa parte da verba de marketing sendo destinada para o planejamento e criação de vídeos para a web. Ou seja: ninguém ali deixa “o que sobrou” para ser investido em vídeo.

Seja sempre autêntico

Vamos falar a verdade: a gente sabe que quase ninguém consegue assistir um vídeo de político até o final. E o motivo é simples: todos são bem parecidos, com discursos e formatos bem semelhantes. Mas esse não é o caso dos vídeos do Obama.

Por exemplo: quando ele resolveu fazer um vídeo de despedida do seu mandato no governo, foi este foi o resultado. Já na hora de falar do seu dia a dia na Casa Branca, ele fez isto. Resumindo: Obama é sempre autêntico na hora de fazer seus vídeos, mesmo estando em uma espécie de “segmento de mercado” no qual acontecem poucas inovações.

Crie um canal de mão dupla

Nada de criar um canal de mão única. A estratégia de Obama com seus vídeos é ter uma via dupla, na qual ele pode não apenas falar como também ouvir o que a audiência tem a dizer. Por isso, muitas vezes, ele responde alguns comentários dos seus espectadores.

Mostre como a sua empresa é

Quando o presidente lança um vídeo divertido na medida certa, em plataformas como BuzzFeed e Facebook, ele mostra não apenas um discurso ou uma ideia mas também como ele é e com quem ele pretende falar.

Por isso, um vídeo é muito mais do que apenas uma mensagem audiovisual, ele é também uma representação de estilos e conceitos sobre uma pessoa ou empresa. E isso, como sabemos, se trata de branding.

Encare o vídeo como uma ação de social media

Quando Obama lança um vídeo na internet, essa ação não é feita pensando apenas em quantos views aquele material poderá ter. Ele planeja o engajamento com o vídeo e até sua capacidade de ser compartilhado.

Por isso, o seu planejamento de vídeos é sempre colocado juntamente com o planejamento de social media, visando sempre alcançar mais pessoas e engajar mais usuários com a marca.

Como você viu por aqui, a maneira como o presidente Barack Obama trabalha com vídeos na web do pode nos ensinar muitas coisas, desde a necessidade de ser autêntico até como é preciso pensar nesses materiais em sintonia com as redes sociais. E se até um político consegue fazer vídeos geniais para a internet, por que a sua empresa não poderia?

Curtiu o nosso post? Então aproveite para assinar a nossa newsletter e acompanhar as nossas atualizações 😉

Read More
Cases

Como usar vídeos para aumentar as vendas no e-commerce

Como_usar_vídeos_para_aumentar_as_vendas_no_e-commerce.jpg.jpeg

Os consumidores buscam cada vez mais o e-commerce: a variedade de produtos é muito maior, as promoções costumam ser melhores do que nas lojas físicas e há, ainda, a comodidade de receber os itens em casa. Mas para poder fisgar o interesse do público, as lojas virtuais devem conquistar a confiança dos consumidores antes. Descubra, no post de hoje, como usar vídeos para atrair clientes e aumentar as vendas no seu e-commerce!

Apresente as características do seu produto

Pesquisas mostram que quando a página de um produto tem um vídeo, a chance de o consumidor comprar o item aumenta em mais de 60%. Isso porque o cliente em potencial tem acesso ao produto apenas virtualmente, e o conteúdo audiovisual se torna a melhor forma de conhecer o item antes da compra.

Fotos são necessárias, mas não são o suficiente. Através de vídeos, o consumidor consegue ter uma melhor noção de características do produto (como tamanho, movimento e proporções) e, assim, consegue decidir mais facilmente se é aquilo o que está buscando.

Dependendo do produto, o vídeo também ajuda o comprador a ter uma ideia melhor de como montá-lo ou utilizá-lo.

Destaque as vantagens do seu item

Os vídeos também são uma forma de destacar as vantagens do seu produto, apresentando suas características de forma atraente e cativante. O cliente de hoje é exigente na qualidade que busca.

Conquiste a atenção das pessoas

Além da alta exigência, os usuários da internet têm acesso constante a uma infinita variedade de conteúdo por meio de tablets, smartphones e computadores. Por isso, a atenção do público é algo precioso e muito disputado. Vídeos chamativos e interessantes são uma excelente maneira de conquistar essas pessoas.

Construa a credibilidade da sua marca

A utilização de vídeos passa uma maior confiança ao cliente, pois um vídeo bem-feito e apresentando com clareza o produto transmitem a ele uma impressão positiva da loja, de que ela valoriza seu produto e seu público.

Faça como as maiores e mais respeitadas redes de ecommerce: nomes como Magazine Luiza, BW2 e CNOVA já perceberam a importância dos vídeos.

Marque presença nas buscas e nas redes sociais

Outra grande vantagem da utilização de vídeos é sua facilidade de divulgação nas redes sociais — outro ponto em que o e-commerce deve marcar presença forte. Publique seus vídeos no YouTube e, assim, destaque sua loja nas pesquisas do Google, pois a ferramenta de busca dá prioridade a páginas que contenham vídeos. O YouTube, hoje, é a segunda maior ferramenta de buscas do mundo!

Além disso, um vídeo de 60 segundos garante a permanência do cliente por 1 minuto extra na sua página. O Google vai considerar sua página como conteúdo de qualidade, aumentando suas chances de ser encontrado nas buscas em até 54 vezes.

Nas redes sociais, um vídeo breve, sucinto e chamativo é uma ótima forma de levar o cliente em potencial até seu site, onde — depois de já ter visto o vídeo — receberá informações mais detalhadas sobre o seu produto. Em outras palavras, vídeos são fáceis de serem compartilhados, o que garantirá um grande alcance do seu conteúdo e, consequentemente, dos seus produtos.

Use a ferramente certa

Para garantir que todos esses passos sejam um sucesso, você precisará de vídeos muito bem feitos, que valorizam e representam sua empresa. E, para isso, temos a ferramenta certa para você: o Producteaser! Ele facilita e otimiza a criação de vídeos curtos e dinâmicos, ideias para atrair a atenção e o interesse do cliente. Faça um teste gratuito e comece a produção!

E então, gostou das nossas dicas? Tem outras dúvidas sobre como usar vídeos para aumentar as vendas no e-commerce? Então deixe o seu comentário e conte tudo para nós!

Read More
Cases

4 dicas valiosas para lidar com vídeos em social media

X_dicas_valiosas_para_lidar_com_vídeos_em_social_media.jpg.jpeg

Hoje em dia, um site e uma conta de e-mail deixaram de ser os itens obrigatórios para empresas que buscam a rede como forma de compartilharem informações com os seus consumidores. Os perfis em redes sociais se tornaram indispensáveis para criar um relacionamento com um grande número de pessoas.

Para isso, a estratégia da empresa deve envolver várias mídias: fotos, textos e vídeos — e o audiovisual, especificamente, é considerado uma das principais formas de contato com o consumidor. Mas como produzir vídeos de qualidade e que encantam os clientes?

Veja, a seguir, 4 dicas para usar corretamente os vídeos em social media:

Crie conteúdos interessantes para o seu público

As ações de marketing multimídia, quando bem planejadas, podem auxiliar uma empresa a atingir o seu público e a registrar índices de vendas maiores. Justamente por isso, é importante que a empresa saiba planejar cada etapa da construção de infográficos, imagens, posts e, principalmente, os vídeos que forem utilizados em suas abordagens mercadológicas. Eles devem ter mensagens que sejam atraentes para o seu público e que gerem grande engajamento no médio e no longo prazo.

Atente-se à linguagem utilizada

Um vídeo não deve ser apenas um conjunto de imagens bonitas. Ele deve ter um conteúdo com uma linguagem que esteja alinhada com o seu público. Se ele for jovem, por exemplo, recomenda-se usar termos mais descontraídos. As músicas e os ambientes não serão os mesmos que se adaptam melhor a um vídeo corporativo ou uma mensagem empresarial.

Não deixe a técnica de lado

O vídeo correto é aquele que traz uma mensagem que seja bem direcionada para o público da empresa e que não ignora detalhes técnicos básicos. No entanto, sempre uma superprodução será necessária. Mas é importante que itens como a iluminação e a qualidade da imagem sejam avaliados para que mais pessoas se identifiquem com a mensagem e fiquem presas até o final.

Escolha boas plataformas de divulgação

Tão importante quanto a criação de um vídeo é a sua divulgação. Diante disso, escolha cuidadosamente as plataformas em que cada conteúdo será publicado. As principais, atualmente, são o YouTube, o Facebook e o Instagram.

O YouTube é considerado um dos portais de vídeos mais populares do planeta. O serviço do Google permite a publicação de vídeos gratuitamente, a criação de canais personalizados e ainda conta um editor embutido. Eles podem ser enviados para várias redes e sites, seja por meio de um link ou via código de incorporação.

Já o Facebook conta com a possibilidade de direcionar a exibição de conteúdos para um público, criar transmissões ao vivo (algo também disponível no YouTube) e ainda conta com ferramentas de análise de engajamento.

Já o Instagram é voltado para vídeos curtos, com menos de 1 minuto, que são enviados por meio do aplicativo do serviço e que não podem ter o alcance mensurado.

Os vídeos são um investimento com alto retorno, que pode atrair mais pessoas para os perfis em redes sociais do seu empreendimento e fidelizar consumidores mais facilmente.

Com pessoas usando telefones em conexões cada vez mais velozes, ações de marketing multimídia têm uma repercussão maior. Justamente por isso, empresas devem avaliar todos os detalhes dos seus vídeos. O tipo de mensagem, o cenário e até a tipografia usada pode influenciar na aceitação do conteúdo. Criando vídeos atraentes, o seu público ficará mais conectado com a sua marca e se identificará mais com os seus principais serviços.

E você, o que acha da tendência dos vídeos em social media? Compartilhe a sua opinião com a gente. Deixe um comentário!

Read More
Cases

4 dicas imperdíveis para aumentar o seu ROI de marketing de conteúdo

4_dicas_imperdíveis_para_aumentar_o_seu_ROI_de_marketing_de_conteúdo.jpg.jpeg

O marketing de conteúdo se tornou, rapidamente, uma estratégia de marketing digital popular entre negócios de todos os tamanhos e áreas. Apesar disso, ele ainda enfrenta um grande desafio: manter o RIO elevado mesmo com equipes diminutas e orçamento apertado.

Por isso, listamos a seguir 4 dicas para lançar o seu ROI de marketing nas alturas! Confira:

Crie conteúdo original

Pode parecer uma dica óbvia, mas, com certeza, é uma das mais importantes para que o seu ROI alcance bons números. Ter um conteúdo original é essencial para qualquer estratégia de marketing de conteúdo, e é o que faz com que o seu negócio tenha visibilidade e receba tráfego orgânico.

Além disso, é importante inovar e buscar perguntas que seu público quer ver respondidas. Só assim é possível criar conteúdo novo, de qualidade e que seja relevante. Essa é uma das maneiras mais assertivas de garantir o sucesso de sua estratégia de conteúdo.

Abuse das CTAs e landing pages

Se um usuário qualquer acessar o seu blog para ler um artigo e não encontrar nada que chame a atenção, ele vai embora e você perde um lead. E é por isso que as CTAs precisam entrar em cena, fazendo com que o usuário se sinta tentado a clicar num banner, botão ou link e seja redirecionado para a landing page.

OK, você já trouxe o lead para seu site, o convenceu a clicar na CTA e agora só precisa fazer com que ele insira seus dados no formulário. Agora é a vez de a landing page convencer o usuário de que o conteúdo oferecido (seja um e-book, um webinar ou uma planilha) é mais valioso que seus dados de contato. Para isso, crie uma landing page atrativa e persuasiva.

Identifique o que gera mais resultado

Identifique o conteúdo que gera mais resultados e o que não atinge as expectativas. Feito isso, a regra é simples: corte o que a sua audiência não quer e aprimore o conteúdo que gera engajamento. Essa é a maneira mais assertiva de melhorar o ROI das suas campanhas de marketing de conteúdo.

Para fazer essa identificação, é preciso analisar as métricas, saber quais conteúdos geram mais cliques, compartilhamentos, tráfego para o site, entre outros aspectos. Também é válido realizar pesquisas com sua audiência, solicitando feedbacks.

Faça nutrição de seus leads

Nutrir um lead significa criar e manter um relacionamento com um potencial cliente que está interessando no seu produto ou serviço, mesmo que ele não esteja no momento de fechar a venda para que, no futuro, esse relacionamento criado aumente as chances de que ele compre de você.

O 1º passo é adquirir informações sobre ele. Apenas nome e e-mail não bastam, é preciso saber mais. Para isso, adicione diversos formulários diferentes em suas promoções para que você capture informações diversas sobre o mesmo contato.

O 2º passo é enviar conteúdos personalizados, baseados nas informações que você possui. Por exemplo: se você vende cursos e tem a informação da idade de seus leads, você pode mandar mensagens de e-mail marketing com motivações diferentes para adquirir seus curso, de acordo com a idade.

Por fim, determine uma frequência de contatos com início, meio e fim — sendo que no final você solicitará a conversão do lead.

O que você achou dessas dicas? Está pronto para implementá-las e começar a ver seu ROI de conteúdo crescer? Deixe um comentário e compartilhe suas ideias com a gente!

Read More
Producteaser

5 maneiras de usar vídeos curtos nas redes sociais

5_maneiras_de_usar_vídeos_curtos_nas_redes_sociais.jpg.jpeg

Vamos falar a verdade: quando o assunto é vídeo para a web, nenhuma empresa precisa criar um novo O Senhor dos Anéis, com três horas de duração, para divulgar a sua marca — aliás, não façam isso! Mesmo com toda a tecnologia e espaço em disco disponível, os vídeos curtos, como os de seis segundos do Vine ou de 15, no Instagram, continuam como os mais certeiros no mercado.

E como aqui o nosso papo é prático, mostraremos 5 maneiras de aproveitar esse formato de mídia para criar uma boa relação com os seus seguidores e, claro, alavancar as suas vendas. Confira!

Ensine algumas receitas

Você não precisa assistir 20 minutos do programa da Bela Gil para aprender a fazer uma melancia grelhada — e novamente: não faça isso! — ou qualquer outro tipo de receita. Marcas como a Quest Nutrition tem conseguido apresentar algumas dicas práticas para cozinha com apenas 15 segundos. Este exemplo mostra como é possível fazer isso com um toque de humor e uma boa edição.

Apresente um novo serviço

Assim que a Apple lançou o seu serviço ApplePay, que substitui cartões de débito e de crédito por smartphones, a Sephora, uma empresa especializada na venda de cosméticos e produtos de beleza, resolveu adotar essa forma de pagamento e divulgar a novidade com um simples vídeo no Vine que mostra como o serviço é simples e rápido.

Faça você mesmo

E se você ensinasse os seus seguidores todos os dias a fazerem alguma coisa por conta própria (o famoso Do it Yourself)? Essa é a ideia dos pequenos vídeos que estão no canal do Vine do wikiHow.

Transmita algo ao vivo

Aplicativos com o Periscope permitem que uma pessoa transmita algum streaming de vídeo para a web através do seu smartphone. Isso pode ser muito útil para fazer chamadas para eventos ao vivo (como o lançamento de um novo espaço da cidade).

Vale dizer também que, se você desejar fazer algum vídeo apenas para aquele determinado lançamento e não quiser que ele continue no seu histórico, é possível usar o Snapchat!

Lance um trailer

Você pretende lançar um produto no mercado e quer criar uma expectativa? Então faça como a Disney: antes que o novo trailer do Star Wars fosse lançado na rede, a empresa publicou pequenas chamadas no Instagram. No dia em que a prévia foi realmente ao ar, todos já estavam aguardando ansiosamente — o que tornou a pré-venda de ingressos para o filme a maior da história do cinema!

Com tantas maneiras de criar vídeos curtos e chamativos para a web, a pergunta é: por que você ainda não começou a fazer os seus? Acha que é complicado? Então confira o Producteaser! Ele é uma ferramente desenvolvida para ajudar o produtor de conteúdo a gerar os seus vídeos de forma bem simples e fácil através de templates.

E então, gostou do nosso post? Conhece outras maneiras de usar vídeos curtos nas redes sociais? Então conte para a gente! Deixe o seu comentário aqui mesmo.

Read More
1 2 3 5